junho 16, 2024
Incompatível com a Vida
“Vândalo é o Sistema”
De Tiros (MG) para o ROL, a pena poética de Clébio Pessoa
Direitos humanos
Aurora nórdica do amor
Névoa
A narcisista ingênua
Últimas Notícias
Incompatível com a Vida “Vândalo é o Sistema” De Tiros (MG) para o ROL, a pena poética de Clébio Pessoa Direitos humanos Aurora nórdica do amor Névoa A narcisista ingênua

Jairo Valio: 'As estrelas derramam lágrimas'

Print Friendly, PDF & Email
Jairo Valio

As estrelas derramam lágrimas

 Parecem tristes, quase sem brilho,Ofuscadas pelas luzes da cidade,

Que apagam até suas peraltices,

Piscando, piscando sem cessar,

E que os enamorados ignoram.

 

Fui comparsa de suas belezas,

Num amor que um dia cessou,

E víamos todas as Constelações,

Sendo a Cruzeiro do Sul a preferida,

Com as 3 Marias em perfeita sintonia.

 

As belezas de um céu enluarado,

Trazia-nos sensações maravilhosas,

E encantados ficávamos extasiados,

Diante de tudo que quietos víamos,

Vendo a Lua ocupando os espaços.

 

As Estrelinhas do Céu pareciam nos saudar,

Piscando, piscando na dimensão do Céu,

Parecendo crianças querendo brincar,

E nos saudavam em doces traquinagens,

Que nos encantavam com suas peraltices.

 

O progresso trouxe todas suas mazelas,

E as Estreias choram derramando lágrimas,

Pois as luzes apagam todos seus brilhos,

Intensos quando estão em espaços abertos,

Nos campos quando se mostram portentosas.

 

É dos enamorados a maior das euforias,

Junto com a Lua quando portentosa surge,

E percorre todo o Céu iluminando as trevas,

Após a despedida do Sol que pinta as nuvens,

E no seu repousar traz magias que encantam.

 

 

Jairo Valio

09-11-2020

 

 

 

 

 

Sergio Diniz da Costa
Últimos posts por Sergio Diniz da Costa (exibir todos)
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Pular para o conteúdo