fevereiro 28, 2024
O que ‘te’ faz Negro? O que não te faz?
Barril de Pólvora
Entardecer na praia
Tudo junto e misturado
Silêncios
Limites éticos da investigação científica
Jornal Cultural ROL e Internet Jornal de luto!
Últimas Notícias
O que ‘te’ faz Negro? O que não te faz? Barril de Pólvora Entardecer na praia Tudo junto e misturado Silêncios Limites éticos da investigação científica Jornal Cultural ROL e Internet Jornal de luto!

Mesmo se a tempestade chegar

Print Friendly, PDF & Email

Na ficção científica ‘Mesmo se a tempestade chegar’, Paulo Pera discute consequências do fanatismo e propõe reflexões filosóficas sobre a realidade

Capa do livro 'Mesmo se a tempestade chegar'
Capa do livro ‘Mesmo se a tempestade chegar’
Divulgação/Paulo Pera

Mesmo se a Tempestade Chegar é uma ficção científica que levanta debates sobre temas atuais para a sociedade brasileira. Fanatismo, consequências dos discursos de ódio, abusos de poder por parte de líderes e questões filosóficas sobre a importância de lutar pela humanidade são abordados pelo autor Paulo Pera ao narrar a trajetória de um homem em busca de combater um poderoso e violento grupo.

O protagonista na história é Soulfly, que acorda sem memória em um hospital. Desnorteado e com poucas informações sobre os acontecimentos que o levaram a ser internado, logo um nome surge à mente: Sara. Em uma narrativa dividida em três partes, com capítulos curtos e a utilização recorrente de flashbacks, o autor mantém os leitores atentos para entender o passado do personagem principal.

Aos poucos, o homem começa a compreender a realidade. Por um longo período, ele integrava o Salvadores da Terra, grupo responsável por estudar a manipulação de energias. Mas este poder tornou o líder da equipe, Tadashi, alguém obcecado pela aniquilação da população. No início, Soulfly apoiava a ideia e era um dos membros mais confiáveis. Entretanto, o envolvimento com uma mulher fora do seu ciclo fez o protagonista questionar as próprias convicções.

Soulfly já estava se afastando da linha de frente dos Salvadores fazia
algum tempo. Apesar de Tadashi acreditar que ele ainda tinha uma
capacidade incrível, mesmo que oculta, de causar danos em massa,
Soulfly não se sentia empolgado com a manipulação da energia fora
do seu corpo. Seus colegas estavam superando-o nessa questão.

(Mesmo se a Tempestade Chegar, pg. 128)

Entre combates mortais em um mundo distópico, o enredo agrada os fãs de ficção científica ao mesmo tempo que conta com elementos de romance e fantasia. Mais que isso: a obra também propõe uma discussão sobre os limites da ética e da moral, além de tratar sobre a necessidade de defender a vida humana apesar de todos os problemas existentes na sociedade.

Durante a construção da história, o escritor se inspirou em referências de animes e mangás, como Dragon Ball e Cavaleiros do Zodíaco, para aproximar diferentes públicos da produção literária. Paulo Pera explica: “meu objetivo principal é ajudar o jovem leitor, ou o adulto que desistiu dos livros e está afastado da literatura, a encontrar a paixão escondida por essa arte”.

O livro foi publicado por meio do edital “Literatura – Publicações”, da Fundação Cultural de Curitiba, que tem o intuito de incentivar a produção literária e a formação de novos autores da região. Mesmo se a Tempestade Chegar foi o vencedor na categoria “Romance” e terá 100 exemplares doados para bibliotecas e casas de leitura da capital paranaense.


FICHA TÉCNICA

Título: Mesmo se a Tempestade Chegar

Autor: Paulo Pera

ISBN: 9786500836820

Páginas: 256

Preço: R$ 11,90 (e-book)

Onde encontrar: Amazon


Sobre o autor

Paulo Pera
Paulo Pera
Doti Harteman

Nascido em Curitiba, no Paraná, Paulo Pera é ator, escritor e roteirista.

Na literatura, publicou “Amigos Têm Dez Contos”, obra premiada como “Melhor Ficção em Português” no International Latino Book Awards de 2023.

Agora lança o livro Mesmo se a Tempestade Chegar com apoio de edital da Fundação Cultural de Curitiba.

Ainda no meio artístico, dirigiu os curtas-metragens “Patrulha” (2009) e “Loja de Inconveniências” (2023).

Redes sociais: Instagram | Facebook | Site


Voltar: http://www.jornalrol.com.br

Facebook: https://facebook.com/JCulturalRol/

Sergio Diniz da Costa
Últimos posts por Sergio Diniz da Costa (exibir todos)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Pular para o conteúdo