abril 24, 2024
O Coração do Príncipe
Desculpas
Cuidando da vida
Mártir
Penhasco
Última inquietude de um ser
Quebra-cabeça
Últimas Notícias
O Coração do Príncipe Desculpas Cuidando da vida Mártir Penhasco Última inquietude de um ser Quebra-cabeça

A mente por trás de um dos maiores parques de dinossauros do mundo

Print Friendly, PDF & Email

Celebrando um ano de atividade, Márcio Clare é a mente por trás de um dos maiores parques de dinossauros do mundo, que já recebeu mais de 350 mil visitantes neste período

Márcio Clare
Marcio Clare
Divulgação

Empresário de diversos segmentos, o carioca revela detalhes desde a implantação do projeto que hoje se consolida com 99% de aprovação dos visitantes

Empreendedor nato, desde muito jovem Márcio Clare sempre buscou se envolver em negócios que lhe trariam conhecimento ao longo da vida e assim foi, após investir em tecnologia e em muitos outros mercados, ele se tornou um empresário de sucesso, que hoje celebra sua trajetória e também o aniversário de um ano do seu mais novo projeto: a Terra dos Dinos, um dos maiores parques de dinossauros do mundo, situado no município de Miguel Pereira, interior do Rio de Janeiro. 

Visionário, podemos fazer uma analogia de Márcio Clare com o personagem “Midas”, da mitologia grega, no entanto, Márcio seria o “Midas” do mundo dos empreendimentos, afinal, ele possui o dom de transformar tudo o que toca. Com a ideia que veio do prefeito André Português não foi diferente, Márcio ouviu a proposta do político responsável pela cidade, mas não se convenceu de início, até que o colega lhe disse a seguinte frase: “Dinossauro não prescreve!” e esta afirmativa impactou Márcio Clare de tal forma que ele entrou de cabeça no projeto e desenvolveu algo jamais visto no Brasil. 

Iniciado em meio a pandemia, o projeto nasceu como um refúgio para os envolvidos e para os futuros visitantes, priorizando a natureza e a preservação da área que possui 1 milhão e meio de m². Hoje o parque ocupa o equivalente a 50 mil m² e se adapta entre a reserva florestal, que ganha o público desde o primeiro contato. 

Para transformar o sonho em uma realidade cativante, Márcio Clare recrutou ex-diretores da Globo para desenvolver toda a narrativa do parque. O objetivo era permitir que as pessoas se imergissem na história e vivessem uma experiência extraordinária. Este é o maior diferencial do projeto, que se distingue de exposições tradicionais de dinossauros.

“Nós rompemos com o conceito de exposição em tamanho real. Na maioria dos eventos de dinossauros, os proprietários encomendam as atrações de outros países, instalam-nas e pronto. Nós fizemos algo diferente. Quem visita o parque pode mergulhar em uma narrativa única e vivenciar tudo o que preparamos de maneira muito especial”, afirma o carioca.

A “Terra dos Dinos” de Márcio Clare é uma verdadeira celebração da ciência, da história e da magia que os dinossauros trazem para todas as gerações. Este projeto audacioso possui hoje 99% de aprovação dos visitantes, que vem de todas as regiões do Brasil. Atualmente, 350 mil visitantes já passaram por lá, despertando interesse de diversos empresários no modelo de negócio que vem sendo usado como exemplo em outros países.  

Antes do parque, Márcio cogitou se inserir no universo de outras profissões. A princípio, pensando em ser médico, o empresário percebeu que trilhar outros caminhos acarretaria em um tempo muito maior para alcançar os seus verdadeiros objetivos: “Eu pensei em seguir outras áreas, mas sabia que o retorno financeiro demoraria muito tempo.

Não há como negar, sempre tive o espírito empreendedor muito aflorado e, ainda quando criança, juntava as frutas que tinham no sítio onde eu vivia pra montar uma barraca de venda enquanto as outras crianças brincavam de banho de mangueira. A escolha certa sempre esteve um tanto clara pra mim”. 

Entretanto, ainda que um empreendimento de sucesso, a Terra dos Dinos não foi a primeira tentativa de Márcio em se destacar no mercado. Como todo bom empresário, ele diz que acumula diversas histórias que levaram-o a alguns declínios: “Uma vez um amigo me disse que tinha uma oportunidade única. Conseguiu um contrato de exclusividade para vender alimentos no evento que trouxe o Papa para o Brasil.

Eu tinha certeza de que daria certo, mas haviam tantas pessoas que os convidados não conseguiam se mover para comprar sequer um dos nossos produtos. Vendemos cerca de seis lanches. Acho que isso acontece com todo empreendedor. Foi uma tentativa falha que serviu de aprendizado”, comenta. 

Com um “tiro no escuro” que trouxe resultados surpreendentes, Márcio agora pretende expandir o conceito da Terra dos Dinos em outros estados do país. Nos planos do empresário, há pelo menos doze parques à vista e três regiões que já estão em processo de pesquisa. São Paulo, Espírito Santo e Goiânia são as localidades visadas para os próximos empreendimentos.

“Com o crescimento da Terra dos Dinos, vi que acertamos em muitas das estratégias. Tenho certeza que esse conceito cairia bem em outras regiões e já estamos estudando algumas delas. O diferencial de investir na indústria do entretenimento é a necessidade de ter que inovar o tempo todo. E é isso que pretendemos fazer. Pretendemos sempre tentar melhorar a experiência do visitante”, finaliza.  


Voltar: http://www.jornalrol.com.br

Facebook: https://facebook.com/JCulturalRol/

Sergio Diniz da Costa
Últimos posts por Sergio Diniz da Costa (exibir todos)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Pular para o conteúdo