junho 25, 2024
Darwinismo morto
Divertidamente
O ‘São João’ de minha infância
Curso de Teatro Pandora
Museu da Língua Portuguesa
Rosas desérticas
Convidada
Últimas Notícias
Darwinismo morto Divertidamente O ‘São João’ de minha infância Curso de Teatro Pandora Museu da Língua Portuguesa Rosas desérticas Convidada

O Pequeno Circo das Atrapalhadas

Print Friendly, PDF & Email

Cia Asfalto de Poesia apresenta espetáculo ‘O Pequeno Circo das Atrapalhadas’ em São José dos Campos

Asfalto de Poesia - Foto de Nirely Araujo
Asfalto de Poesia – Foto de Nirely Araujo

Três palhaças de um circo relembram a relação conflitante com o antigo patrão e, para reinventar a realidade, transformam essas memórias em um espetáculo de números apoteóticos

Cia Asfalto de Poesia (@ciaasfaltodepoesia) está realizando a temporada de estreia do espetáculo adulto ‘O Pequeno Circo das Atrapalhadas’, em que as palhaças Celinha, Clowndette e Mussarela, ao ficarem presas em um circo fantasma, relembram a relação trágica que tiveram com o tirano Patrão e ressignificam tais memórias, criando um espetáculo de circo com números apoteóticos. 

No dia 28 de junho de 2024 (sexta-feira), às 20h, com entrada gratuita, o grupo apresenta ‘O Pequeno Circo das Atrapalhadas‘ no Teatro Municipal de São José dos Campos, que fica na Rua Rubião Júnior, 84 (3º piso do Shopping Centro), no Centro de São José dos Campos (SP). Após a apresentação, haverá bate-papo com o público sobre temas abordados no espetáculo, fatos e curiosidades do processo de criação.

Asfalto de Poesia - Foto de Nirely Araujo
Asfalto de Poesia – Foto de Nirely Araujo

Em junho, a temporada passa ainda por Diadema, em julho por Itapevi Santo André, e em agosto por São Paulo (Capital)

O espetáculo tem inspiração na peça ‘Senhor Puntilla e seu criado Matti’, de Bertolt Brecht e em ‘As Criadas‘, de Jean Genet, para falar sobre opressões cotidianas inquietantes, como o abuso de poder e o machismo em relações de trabalho.

“Foi quando eu olhei o espelho / E escolhi me amar / Tudo tudo eu abandonei / E finalmente eu pude dançar” é um trecho da música original do espetáculo. Entre risos e lágrimas, defendemos a arte como uma ferramenta de exaltação das tragicomédias da vida”, explicam as artistas. 

Asfalto de Poesia - Foto de Nirely Araujo
Asfalto de Poesia – Foto de Nirely Araujo

Outra inspiração vem de personalidades fundantes da comicidade brasileira, que extrapolam barreiras de linguagem, passando pelo circo de variedades, circo-teatro, televisão. O espetáculo é uma reverência a artistas que vieram antes e é uma irreverência ao poder dominante que perpetua inúmeras violências. 

Essas mestras e mestres que marcaram a comicidade no Brasil, se relacionam de forma contundente com o público e possuem um repertório que frutifica até os dias atuais, com potencial para abordar diversos temas, incluindo temas sérios como o autoritarismo, o machismo e a potência da luta das mulheres. 

Asfalto de Poesia - Foto de Nirely Araujo
Asfalto de Poesia – Foto de Nirely Araujo

“Nós crescemos sob a influência de programas de humor como Viva o Gordo, Chico Anysio Show, Os Trapalhões, A Praça é Nossa e até os mais recentes como Zorra Total e Tá no Ar. Nesse processo, também buscamos retomar lembranças e referências da televisão brasileira”, comenta a Cia. Asfalto de Poesia. 

O espetáculo tem direção de Fernando Neves, que é filho de família circense, ator, diretor teatral, professor e coreógrafo, com passagens pelo cinema, rádio e televisão, nas novelas As Pupilas do Senhor Reitor (SBT, 1994/95), Chiquititas (SBT, 1999), Os Ricos Também Choram (SBT, 2005), Cidadão Brasileiro (Record, 2005), Maria Esperança (SBT, 2007), Água na Boca (Band, 2008), Dona Anja (SBT),  Carandiru, O Rei do Gado e Boca do Lixo (TV Globo). É diretor e fundador da Cia. Os Fofos Encenam.

Asfalto de Poesia - Foto de Nirely Araujo

As ações fazem parte da temporada de circulação do grupo com o projeto ‘O pequeno circo das atrapalhadas‘ contemplado no edital Edital ProAC nº 11/2023 – Circo – Circulação de Espetáculo.

Ficha Técnica:

Elenco: Amanda Massaro, Marcela Sampaio e Maria Silvia do Nascimento. 

Atriz convidada: Cida Almeida. 

Direção: Fernando Neves. 

Dramaturgia e letras de música: Amanda Massaro, Marcela Sampaio, Maria Silvia do Nascimento. 

Composição, arranjos e execução de música original: Camila Borges e Monique Salustiano. 

Edição de Áudio (música “Casamento”): Rodrigo Régis. 

Cenografia: Zé Valdir Albuquerque. 

Adereço (elefanta): Mauro Martorelli.

Figurino: Karine Lopes. 

Costura (Figurino Patrão): Maria José Gomes Moreira.

Equipe técnica: Felipe Scalzaretto e Rebeka Teixeira. 

Fotos: Nirely Araújo. 

Arte gráfica: Rafael Victor. 

Produção local: Marina Rodrigues. 

Produção geral: Amanda Massaro e Maria Silvia do Nascimento. 

Realização: Cia Asfalto de Poesia. 

Assessoria de Imprensa: Luciana Gandelini. 

Agenciamento e Produção Executiva: Paula Simões – Sem Paredes Cultural

Informações: www.ciaasfaltodepoesia.com / www.facebook.com/asfaltodepoesia e www.instagram.com/ciaasfaltodepoesia / Teaser: www.youtube.com/watch?v=9GTZJPJSQ38

SERVIÇO: 

Espetáculo ‘Pequeno Circo das Atrapalhadas’

Com Cia Asfalto de Poesia

Sinopse: Trancadas em um circo fantasma, as palhaças Celinha, Clowndette e Mussarela relembram a relação trágica com o Patrão, um tirano que sempre muda de humor nos bastidores. Com  músicas originais e dramaturgia própria inspirada nos quiprocós do circo-teatro, elas reinventam a realidade e criam um espetáculo de variedades com números circenses apoteóticos. 

Duração:  70 minutos. 

Grátis

Teatro Adulto

Classificação: 12 anos

Quando: 28 de junho de 2024 (sexta-feira) – Horário: 20h

Onde: Teatro Municipal de São José dos Campos  

Endereço: Rua Rubião Júnior, 84 (3º piso do Shopping Centro) – Centro – São José dos Campos

Teaser do espetáculo

Voltar

Facebook

Sergio Diniz da Costa
Últimos posts por Sergio Diniz da Costa (exibir todos)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Pular para o conteúdo