junho 25, 2024
Darwinismo morto
Divertidamente
O ‘São João’ de minha infância
Curso de Teatro Pandora
Museu da Língua Portuguesa
Rosas desérticas
Convidada
Últimas Notícias
Darwinismo morto Divertidamente O ‘São João’ de minha infância Curso de Teatro Pandora Museu da Língua Portuguesa Rosas desérticas Convidada

O pilar da saúde emocional

Print Friendly, PDF & Email

SAÚDE INTEGRAL

Joelson Mora: ‘O pilar da saúde emocional’

Joelson Mora
Joelson Mora
Depressão
Depressão
Microsoft Bing. Imagem criada pelo Designer

Quero ressaltar que a saúde integral é um conceito que envolve o bem-estar físico, mental/emocional e social do ser humano. Dentro desse contexto, a saúde emocional é um pilar fundamental, pois influencia diretamente a qualidade de vida e a capacidade de enfrentar desafios cotidianos. 

A depressão é uma das principais causas de incapacidade em todo o mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 264 milhões de pessoas sofrem de depressão no mundo. Essa condição afeta todas as idades, mas é mais comum entre os adultos jovens e as mulheres.

No Brasil, a situação não é diferente. O país tem uma das maiores taxas de depressão da América Latina. Dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2019 indicam que aproximadamente 11,5 milhões de brasileiros foram diagnosticados com depressão. As mulheres são as mais afetadas, representando cerca de 10,9% dos casos, em comparação com 3,9% dos homens.

A síndrome do pânico, caracterizada por ataques de pânico recorrentes e inesperados, também é uma preocupação significativa. Nos Estados Unidos, cerca de 2-3% da população sofre de transtorno de pânico em algum momento da vida. Essa prevalece também em outras partes do mundo, mas é considerada uma condição comum.

No Brasil, estima-se que 1,5% da população sofra de síndrome do pânico, segundo dados da Sociedade Brasileira de Psiquiatria. Isso equivale a aproximadamente 3 milhões de pessoas. A condição é mais prevalente em mulheres e frequentemente está associada a outros transtornos de ansiedade e depressão.

O suicídio é uma das principais causas de morte em todo o mundo. De acordo com a OMS, mais de 700.000 pessoas morrem por suicídio a cada ano, o que equivale a uma morte a cada 40 segundos. A faixa etária mais vulnerável é a de 15 a 29 anos, sendo o suicídio a quarta principal causa de morte nesse grupo.

No Brasil, o suicídio também é uma questão alarmante. Segundo o Ministério da Saúde, em 2020, foram registrados mais de 14.000 casos de suicídio, com uma taxa de 6,5 por 100.000 habitantes. A região Sul do país apresenta as maiores taxas. Homens jovens são os mais afetados, destacando-se a necessidade urgente e alarmante da promoção e prevenção da Saúde Integral de cada ser humano.

O Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) é outro problema significativo. A OMS estima que mais de 264 milhões de pessoas sofrem de ansiedade em todo o mundo. No Brasil, o TAG afeta aproximadamente 9,3% da população, de acordo com dados da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

O Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) é prevalente entre pessoas expostas a eventos traumáticos. Nos Estados Unidos, cerca de 7-8% da população sofrerá de TEPT em algum momento da vida. No Brasil, a prevalência é de aproximadamente 5%, especialmente entre populações vulneráveis, como vítimas de violência e desastres naturais.

A saúde emocional é crucial para o bem-estar geral e para a prevenção de várias doenças físicas. Indivíduos emocionalmente saudáveis têm melhor capacidade de lidar com o estresse, construir relacionamentos saudáveis e enfrentar adversidades. A falta de atenção à saúde emocional pode levar a consequências graves, como aumento do risco de doenças cardiovasculares, distúrbios do sono e redução da qualidade de vida.

A saúde emocional é um componente essencial da saúde integral. As altas taxas de depressão, síndrome do pânico, suicídios e outras síndromes emocionais tanto no Brasil quanto no mundo destacam a necessidade urgente de um olhar específico para o ser humano na saúde integral, de políticas públicas eficazes, campanhas de conscientização e serviços de saúde mental acessíveis. Investir na saúde emocional é investir no bem-estar e na prosperidade em todas as áreas do ser humano e de toda a sociedade.

Joelson Mora

Contatos com o autor

Voltar

Facebook

Joelson Mora da Silva
Últimos posts por Joelson Mora da Silva (exibir todos)

4 thoughts on “O pilar da saúde emocional

  1. Poxa, os índices e os números são assustadores mesmo professor Joelson, vamos com fé em D’us e cuidar da saúde… abraços professor, sempre são muito boas suas publicações. Sou seu fã.

  2. Este assunto é de extrema importância!
    Parabéns por escrever artigos que nos fazem pensar em nós e no outro com mais atenção 🙏

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Pular para o conteúdo