abril 13, 2024
Lamentos
O drama do apartamento da Berrine
Cleide, mulher que semeia o futuro
Bas Fond
Oliver e o Monstro dos Olhos Verdes
Cia. Fragmento de Dança faz nova temporada de Erga Omnes
2ª edição do Conexão Literária
Últimas Notícias
Lamentos O drama do apartamento da Berrine Cleide, mulher que semeia o futuro Bas Fond Oliver e o Monstro dos Olhos Verdes Cia. Fragmento de Dança faz nova temporada de Erga Omnes 2ª edição do Conexão Literária

Amor perene

Print Friendly, PDF & Email

Irene da Rocha: Poema ‘Amor perene’

Irene da Rocha
Irene da Rocha
Amor perene
Microsoft Bing – Imagem criada pelo Designer

Nas trilhas do tempo, amor floresce,
Perene laço que o destino tece.
Em cada olhar, um universo sereno,
Amor perene, como o céu mais ameno.

No crepúsculo dourado, juras de ternura,
Entre suspiros, a alma se aventura.
Como estrelas dançando em céu noturno,
Amor perene, em cada segundo taciturno.

Nos dias de sol, radiante como aurora,
Teu calor aquece, amor que não descora.
Na calmaria dos momentos incertos,
Amor perene, como versos descobertos.

Nas noites silenciosas, sob um manto estelar,
Onde a paixão se faz constante a brilhar.
Em cada batida, o coração é testemunha,
Amor perene, na eternidade se junta.

Em cada promessa, a fala é silente,
Entre juras mudas, o laço é persistente.
Como o rio que abraça a margem com doçura,
Amor perene, na corrente da vida perdura.

Assim, em oito estrofes de doce melodia,
Verso a verso, celebro esta sinfonia.
Entre nós, amor é perenidade e poesia,
Em cada linha, o afeto se materializa.


Irene da Rocha


Contatos com a autora

Voltar: http://www.jornalrol.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/JCulturalRol/

Irene da Rocha
Últimos posts por Irene da Rocha (exibir todos)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Pular para o conteúdo