maio 20, 2024
Mariposas e borboletas
Aplicações argumentativas
À Olavo Bilac: Um tributo poético
Florão da América
Marcos Peniche recebe Diploma de Honra ao Mérito da OIPALPO
Brincando com os sonhos
A paz
Últimas Notícias
Mariposas e borboletas Aplicações argumentativas À Olavo Bilac: Um tributo poético Florão da América Marcos Peniche recebe Diploma de Honra ao Mérito da OIPALPO Brincando com os sonhos A paz

As múltiplas faces do amor

Print Friendly, PDF & Email

Paulo Siuves: Crônica ‘As múltiplas faces do amor’

Paulo Siuves
Paulo Siuves

Estou aqui a revisitar as versões de mim que ainda não expus, por receio de críticas e julgamentos, e confesso que somente você as conhece.

Minha versão de um sujeito comportado, outra de um homem ousado. Minha versão de um cara falante, outra de um rapaz reservado.

Só você poderia dizer que sou complexo. Há momentos em que amo intensamente, e outros em que deixo de sentir.

Existe um lado meu que somente você percebe: aquele moço forte e determinado, mas que por vezes se vê perdido. Versão melancólica, versão extrovertida, e a versão que você me mostrou que habita em mim, aquele indivíduo que espera e deixa tudo para o final.

É esse aspecto de mim que me fez entender que posterguei nosso amor até perdê-la para sempre…


Paulo Siuves


Contatos com o autor


Voltar: http://www.jornalrol.com.br

Facebook: https://facebook.com/JCulturalRol/

Paulo Siuves
Últimos posts por Paulo Siuves (exibir todos)

One thought on “As múltiplas faces do amor

  1. Um poeta extrovertido, resume em muito o seu caracter firme e forte . Escreve com toda a sua sensibilidade o homem que ama e a timidez o toma em sua entrega
    Maravilhoso !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Pular para o conteúdo