junho 25, 2024
Darwinismo morto
Divertidamente
O ‘São João’ de minha infância
Curso de Teatro Pandora
Museu da Língua Portuguesa
Rosas desérticas
Convidada
Últimas Notícias
Darwinismo morto Divertidamente O ‘São João’ de minha infância Curso de Teatro Pandora Museu da Língua Portuguesa Rosas desérticas Convidada

Orvalho de luz

Print Friendly, PDF & Email

Irene Rocha: Poema ‘Orvalho de luz’

Irene Rocha
Irene da Rocha
Esperarei por ti, no brilho do luar,
Entre as folhagens, teu nome irei chamar
“Esperarei por ti, no brilho do luar, Entre as folhagens,
teu nome irei chamar”
Microsoft Bing. Imagem criada pelo Designer

Hoje acordei ao som das águas a respingar,
Estrelas recordadas no céu a brilhar,
Orvalhada de luz, corpo a perfumar,
Caminho secreto onde o amor nos faz sonhar.

Quero ser rio, livre a correr,
No banhado das várzeas, em paz me perder águas
Esperarei por ti, no brilho do luar,
Entre as folhagens, teu nome irei chamar.

Seguirei com emoção, teus passos a guiar,
Pela luz que nos conduz, sem hesitar,
Na esperança de uma noite gloriosa,
Escuto tua voz, no silêncio que me acalma.

Num encanto de amor, o vento a soprar,
Solidão dos campos, ecoa ao recordar,
Meus versos, cantados por alguém distante,
Ventos que sopram, o amor a murmurar.


Irene Rocha


Contatos com a autora

Voltar

Facebook

Irene da Rocha
Últimos posts por Irene da Rocha (exibir todos)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Pular para o conteúdo